quinta-feira, 5 de julho de 2012

Pet Lover e Listo


A Electrolux lançou (acho que há uns quatro anos) um aspirador de pó para donos de Pets, o Pet Lover. Esse aspirador é i-gual-zi-nho ao Listo, da mesma marca. Só muda a cor. A única diferença é que vem com dois bocais para limpeza de pêlos do ambiente. E era o dobro do preço do Listo!!!! Uns dois ou três anos atrás, eles me hipnotizaram, eu vendi meu Listo e comprei o Pet Lover completo! Mesmo SABENDO que era igual. Foi como se uma parte do meu cérebro tivesse sido desligada...o Pet Lover, na minha cabeça, podia até ser igual ao Listo, mas era....Pet Lover!!! Não conseguia conceber a hipótese de comprar os bocais separados, era como se não fosse funcionar (apesar de, racionalmente, eu saber que isso não fazia o menor sentido).

Pior é que eles não vendem em lojas comuns, só em pet shops. E você fica tão desesperada para ter um negócio assim absolutamente necessário, que corre de pet shop em pet shop, em busca do eletrodoméstico que entende o seu gatinho. E olha que não sou de gastar dinheiro em bobagens...nem tenho dinheiro para isso!!! E lá fui eu me endividar no cartão de crédito, mega feliz porque a loja dividiu em míseras 4 vezes!!! E só um dos bocais é realmente super-hiper-mega alguma coisa (o de escovinha rotatória), mesmo assim, quase não o uso, pois faz muuuito barulho (meu esposo usou o outro bocal e disse que é muito útil, mas eu só uso os mesmos que usava no Listo). Qual é a explicação para esse fenômeno? Inexplicavelmente, até hoje não consigo ficar com raiva da Electrolux! Sou, no fundo, estranhamente grata por ela ter me proporcionado a alegria de ter em minha casa um aspirador laranja fluorescente com um desenho meigo das carinhas de um gatinho e um cachorrinho. Eu não sou uma pessoa influenciável por propaganda, nem que desperdiça dinheiro com frescuras para os bichinhos, mas confesso que nesse caso do Pet Lover e também da fonte Fresh Flow (que meus gatos trocaram por uma bacia de água), fui sugada pela empolgação gerada pela novidade.

Mesmo assim, recomendo. Tanto o Pet Lover quanto o Listo. São excelentes aspiradores.


PS: Quando cheguei em São Paulo, sem meu Pet Lover, comprei um aspirador da Mondial, com filtro Hepa  (sobre o qual falarei em outro post), que me decepcionou terrivelmente e que me fez valorizar ainda mais o Pet Lover quando meu marido finalmente o trouxe de Porto Alegre.

UPDATE:

Pelos comentários, soube que a Electrolux descontinuou o Pet Lover...saiu de linha! :-( Então no quesito "aspirador", só posso recomendar o Listo...mas a leitora Alexandrina fez uma excelente lição de casa e escreveu o seguinte comentário:



 Alexandrina Leite disse...
Olá!
Entrei aqui no blog para ler sobre o Pet Lover, e pesquisando descobri que ele realmente está fora de linha. Mas, também acabei descobrindo, que a Consul lançou recentemente uma ponteira para qualquer aspirador com diâmetro entre 32 e 35 mm, feita especialmente para pegar os benditos pelos, e não é caro, custa 40 reais. É uma ótima opção para quem já tem um aspirador de pó e não quer comprar outro. Acho que vou testar e ver se acabo com os pelos flutuando pelo piso aqui de casa.
http://www.consul.com.br/Home/AcessoriosConsul/PonteiraPetFacilConsul

-------------
 Que legal! Esse bocal é exatamente o da escovinha rotatória barulhenta, que foi o que achei mais útil no Pet Lover! Então, se você não tem aspirador e quer montar um Pet Lover, agora é simples: Listo, da Electrolux + Ponteira Pet Fácil Consul!!! Não vai ser laranja fluo, mas convenhamos racionalmente que vermelho é bem mais elegante...rs... E se você já tem um aspirador legal que você ama, compre só a ponteira, caso precise de ajuda extra para tirar os pelos de tapetes e estofados...se bem que eu tenho uma boa dica para tirar pelos de sofás e almofadas: luvas de borracha ou de látex. É só vestir uma das mãos com a luva e passar no sofá, sai tudinho! Tira melhor do que o aspirador!



Finalmente algo que gostou do meu cabelo



Meu cabelo tem personalidade própria. Atualmente, depois de um corte radical feito no início do ano passado, para me livrar da progressiva, das luzes e do relaxamento com tioglicolato (imagina como o pobrezinho estava), ele só tem tintura (fios brancos não dão trégua depois dos trinta). Mesmo assim, andava meio ressecado, sem definição, com aquele volume do mal. Então, depois de tentar várias coisas, já pensando em comprar aqueles negócios caríssimos, mas com um pé atrás, depois da decepção que tive com a máscara Absolut Repair antes do corte (não fez nem cócegas no meu cabelo detonado...) e com Kérastase no salão (só ficou cheiroso e um pouquinho macio no dia), finalmente encontrei alguma coisa que deixou meu cabelo feliz.

Eu tinha comprado um xampu da Elséve que estava deixando meu cabelo mais palha do que antes, então ja-mais imaginei que algum outro xampu Elséve iria prestar. Mas não é que prestou? Pedi ao meu marido um xampu, condicionador e leave-in e ele chegou com xampu, condicionador, leave-in, máscara e ampola mágica! Como eu já tinha usado (séculos atrás) o Elséve Hidramax antigo, sem sucesso algum, tive alguma dificuldade em acreditar que o Elséve Hidra Max Colágeno daria certo. Mas li maravilhas a respeito dele e decidi testar, mal não faria. 

É TUDO bom! Xampu, condicionador, máscara, leave-in e ampola! Estou usando primeiro a máscara e depois o condicionador, como li na comunidade Cabelos Cacheados. Gostei do resultado! Brilho, maciez...credo, fazia tempo que eu não sabia o que era isso. Os cachinhos apareceram... No primeiro dia não usei a ampola, queria ver o resultado da linha normal no cabelo. Me surpreendi! Antes, estava sem brilho, opaco, ressecado, espigadinho...depois, ficou macio e brilhante. Não, não tirei fotos. Sou uma blogueira amadora...rs...mas você consegue ter uma noção olhando o blog da Dêzinha, que foi de onde eu tirei a magnífica ideia de experimentar essa linha...só porque já a conhecia da comunidade Cabelos Cacheados, porque, como já disse em outro post, ando desconfiadíssima dessas dicas de blogs. Já vou te passar o link, deixa eu terminar de falar. :-) 

Então, com o xampu, máscara, condicionador e leave-in, ficou tudo lindo. No dia seguinte (sim, eu lavo o cabelo todos os dias, senão fica uó), eu usei a ampola mágica. Não foi UAU, que coisa mais mágica, até porque a linha já tinha me trazido esse impacto no dia anterior, mas ficou ainda mais bonito com a ampola, tanto que comprei mais duas. :-D E vem bastaaaante produto na ampola. Meu cabelo está pouco abaixo dos ombros, tenho cabelo para duas cabeças, é muuuuito cabelo e bem volumoso. Mesmo assim, a ampola daria para duas aplicações, então dá tranquilamente para um cabelo feliz. Meus cabelos ficaram felicíssimos! Quero usar a ampola pelo menos uma vez na semana e pretendo comprar o umidificador, para substituir o meu leite para pentear Garnier Fructis óleo reparação (que é ótimo, o spray do frasquinho magrelo). Elséve subiu no meu conceito com essa linha verdinha. 

Ah, meu marido tem o cabelo ondulado maravilhoso e também gostou bastante do xampu, do condicionador e da máscara. Então ele não serve só para cabelos cacheados e crespos, viu? 

Agora, sim, os links para o blog da Dezinha: 





Vanessa Lampert
Meu Blog:
Você também me encontra no Twitter
E no Facebook

quinta-feira, 14 de junho de 2012

PetSuperMarket e PetLove



Como já disse aqui, sou cliente do PetSuperMarket há milênios, lembro de quando o Dr. Marcio Waldman fazia propaganda do site no newsgoup de Gatos no Uol...na época em que a Lady morreu...em 2001!!!! Eu nem sabia o que era loja virtual.

Ele avisou que o site iria passar por uma reformulação, mas a mudança me pegou de surpresa! Mudaram até o nome!! Agora o PetSuperMarket é PetLove! O nome é simpático, o logotipo é simpático, mas eu sou uma velhinha ranzinza e vou demorar um pouco para me conformar com a mudança de nome e de cores do site...o novo layout aceito mais rápido, até porque não gostava muito do antigo. :-) Meu único problema com o nome é que me lembra o PetLover, que é um aspirador de pó. Não que isso seja um problema, porque amo meu PetLover (falta fazer a resenha dele aqui, né?), mas tenho que me cuidar para não escrever errado.

 O importante é que continue com o bom atendimento e consideração aos clientes. Aí eu acabo me acostumando com a cara nova e o nome novo. Compartilho aqui com as mamães e papais de gatos, cachorros, ferrets, hamsters, aves, etc. etc. etc. sempre que precisarem de um Pet Shop virtual, o PetSuperMarketLove...rs...é um dos meus preferidos, eu comprava lá medicamentos que não encontrava em Porto Alegre (e alguns que encontrava). Minhas compras no PetSuperMarket eram basicamente da seção de farmácia, pesquisando direto o nome da medicação que eu precisava. Como meus gatinhos têm rinotraqueíte, eu sempre precisava de alguma coisa.

Fica aí a novidade de hoje. Ah, e o site: http://www.petlove.com.br  (quase escrevo "petlover"... mas se colocar petlover você vai parar no site da Electrolux!) Mas se você digitar o www.petsupermarket.com.br também é direcionado para o petlove.

.

sábado, 19 de novembro de 2011

A polêmica do Tofu Cream defumado

A Paula, da Ecobras, deixou um comentário ofendido no post do Tofu Cream Defumado (clique aqui para ler o post). Respondi na caixa de comentários, mas preciso fazer este update: Após demonstrar sua desaprovação por eu ter feito uma resenha que maltratava seus produtos (!!), ela diz " gostaria de lhe informar que o dito aroma de manteiga não contém na sua composição lactose mesmo porque se o contivesse estaríamos enganando nossos clientes"  Please, leiam o post e me digam onde eu escrevi que o aroma de manteiga tem lactose (??). Disse - e repito - que o Tofu Cream Original (não o defumado, o Original) tem aroma natural de manteiga, logo, não é vegan. Em nenhum momento do texto eu disse que ele tem lactose, mas sim que tem algo de origem animal (se o aroma é natural, só pode ser de origem animal, certo? Ou não é vegan, ou não é "aroma natural de manteiga"). Isso não foi uma crítica à empresa, foi um aviso aos meus leitores. Eu não sou vegana, mas sei que os veganos existem e que merecem meu aviso. Detesto, por exemplo, comprar uma lasanha vegetariana e depois descobrir que tem "aroma natural de bacon". Eles certamente não ficariam felizes em comprar um patê de tofu e encontrar aroma NATURAL de manteiga.

Outra coisa, fiz a resenha justamente porque achei o tofu cream defumado muito condimentado e ele foi agressivo para a minha mucosa, queimou meu céu da boca, que demorou DIAS para voltar ao normal e eu não encontrei uma resenha que dissesse isso. Quis deixar meu alerta para aquelas pessoas que, como eu, têm paladar sensível e não podem com nada muito condimentado, chilli, pimenta e afins (eu não posso nem com alho). Não é possível que eu seja a única criatura na face da Terra a ter esse tipo de problema, não é mesmo? E também para mostrar minha indignação com a mania que muitas empresas têm de achar que comida vegetariana é sem graça e entupir de condimentos. A Ecobras, pelo visto, prefere ignorar minha experiência negativa e, infantilmente, dizer "estamos há vinte anos no mercado, temos muitos elogios e poucas críticas" e mostrar-me a língua, sem nem sequer ler atentamente o texto (é a única explicação para não ter entendido meu comentário sobre o "aroma natural de manteiga"). 

Este blog foi feito para dar opinião sincera sobre aquilo que eu testo. Desculpe, não vou elogiar o que não foi bom para mim só para não ofender uma empresa. Serei sincera, sempre, é esse o meu compromisso com meus leitores. Me rasgo de elogios se o produto me conquistar (como as pizzas do post anterior), mas sempre deixo bem claro que é minha opinião, e nada garante que a sua opinião será a mesma. No caso da Ecobras, para melhorar, eu ainda coloquei um link para uma resenha positiva! Mais democrática que isso, me desculpe, é impossível. Se as empresas que lerem alguma resenha negativa aqui forem inteligentes, levarão em consideração como opinião de um consumidor, e não tentarão se defender como se eu fosse uma cruel torturadora de empresas inocentes.

Admiro a atitude da Paula, de vir aqui defender sua empresa, realmente vestiu a camisa. No entanto, não faz sentido defender quem não foi atacado. Não fiz uma resenha para atacar a Ecobras, mas para dar um alerta a outros consumidores, como eu. A empresa não pode encarar o consumidor como inimigo, mesmo quando ele tem uma opinião contrária (ou foi agredido pelo produto!!!), a obrigação do fabricante deveria ser tentar reconquistar esse tipo de consumidor, o que teria sido feito se a Paula, por exemplo, tivesse colocado um comentário preocupado com minha saúde (hello, o troço queimou minha boca, eu fui boazinha e só escrevi um post a respeito) e garantindo que a empresa faria um sabor menos picante para agradar aos paladares mais sensíveis. Ou pedindo o produto para análise...em outubro ele já tinha ido para o lixo, of course, mas pelo menos pareceria que levaram em consideração minha opinião, acreditaram em mim e tinham a intenção de investigar o problema....eu ficaria positivamente impressionada e meus leitores também. Caso contrário, é melhor nem responder (e não queimar o filme).

Respeito ao consumidor é se colocar no lugar dele, querer conquistá-lo, valorizar sua opinião. Tive um problema de atraso na entrega de um produto no petsupermarket, entrei em contato com eles, estava muito brava. O próprio diretor me respondeu, foi super solícito, me explicou o que havia acontecido (o fornecedor atrasou a entrega de um dos produtos, que era importado), se esforçou para me entregar parte do pedido antes do feriado, com frota própria, e o restante foi entregue assim que chegou ao estoque. Ele sempre respondia rápido aos emails e até me telefonou. O erro foi deles, não meu, mas ele conseguiu estabelecer um relacionamento de confiança, e ficou em minha mente o bom atendimento que recebi e todas as compras que fiz anteriormente no site e que não tiveram problemas. Se tivesse me tratado mal, provavelmente eu esqueceria todas as outras compras e ficaria com a experiência negativa gravada de forma indelével.

Vou acabar ministrando palestras (ou dando consultoria) sobre atendimento ao cliente, respeito ao consumidor e pós-venda.

PS: Eu sou escritora. Se o modo de eu descrever minhas sensações a respeito de um produto é...digamos...um tanto quanto dramático, é porque eu quero que meus leitores tenham a exata noção do que eu sinto. Talvez isso tenha horrorizado e ofendido a Paula, que não deve estar habituada a resenhas tão...literárias. Não foi minha intenção ofender.

PS2: Meu alerta contra o Tofu Cream Defumado da Ecobras é também importante para quem passa mal com produtos condimentados (queimar a boca de gente sensível é o de menos). Portadores de Doença Inflamatória Intestinal, como Doença de Crohn, por exemplo, costumam ter intolerância a lactose, procuram produtos sem leite e derivados e seriam facilmente seduzidos por um Tofu Cream Defumado. No entanto, um produto condimentado como esse pode iniciar uma crise violenta em quem tem DII. Se o Tofu Cream Defumado não faz nem cócegas nas mucosas da maioria da população, mas é capaz de agredir a minha, certamente tem grande potencial de provocar uma crise em quem tem algum problema sério. Por isso eu não me arrependo de ser a única pessoa em toda a web a alertá-los a respeito.

.PS3: Conseguimos esclarecer a dúvida sobre se o Tofu Cream Original é ou não um produto vegano. Tive uma longa conversa por e-mail com a Paula, proprietária da empresa, e ela esclareceu que ele não contém lactose, mas que "O aroma natural de manteiga é proveniente da fumaça que sai da fervura da manteiga" . Logo, como eu havia imaginado, no processo de fabricação do aroma natural (é realmente natural) de manteiga, há a utilização da manteiga. Que os veganos decidam se isso é ou não vegano. Já o sabor "defumado" não contém absolutamente nada de origem animal. 
.
.

domingo, 8 de maio de 2011

Tofu Cream Defumado, da Ecobras



Após descobrir que a proteína do leite (presente também em seus derivados) é a responsável por minhas constantes crises de rinossinusite (nariz trancado é uma de minhas definições de tortura. Acordo sufocada, não consigo dormir, apavorada com a possibilidade de infeccionar os seios da face), eliminei tais alimentos de minha já restrita dieta, só como quando absolutamente necessário...e nem sei por quanto tempo mais farei isso.

Em busca de alternativas salgadas para passar em minhas torradas da Bauducco, encontrei no Walmart da James Holland (Barra Funda) esse "cream cheese" de soja, o "Tofu Cream"...tinha o tradicional, que entre os ingredientes listava "aroma natural de manteiga", e o Tofu Cream Defumado. "Eu gosto de coisas defumadas - pensei - deve ser bom".

Porém, o tal tofu cream defumado , da Ecobras, é muuito condimentado. Povo acha que troço vegan é sem graça e taca  quilos de alho, cebola  e chilli. Impossível sentir gosto de outra coisa.  Nem sei se tem tofu mesmo, parece patê de  alho defumado com chilli. Argh.Eu fico indignada com isso, porque tenho um paladar super apurado e sensível, sou acostumada a comer comida com pouco ou nenhum sal...e sinto o gosto da comida! Eu perdi o hábito de comer coisas com muito sal ou doces demais, e gosto de sabores suaves e delicados. Sem brincadeira, o Tofu Cream Defumado deixou meu céu da boca tão queimado que neste momento ele parece mais um inferno da boca. Socorro.

O pior é que estou sozinha e tenho que comer todos os 200 gramas do troço (que custou pouco mais de dérreal) até amanhã, pois estou sem geladeira que mantenha a temperatura adequada para a conservação do creme. O mais engraçado foi ler uma resenha de uma moça que diz: " tem bastante gosto de soja. Mas o defumado e os temperos ajudam a melhorar o sabor. O mais gostoso e interessante é a pimenta chilli aparecendo apenas no final."  Hein???? Tem certeza que comeu a mesma coisa que eu? Manda teu lote para cá, colega! Para mim, o troço não tem gosto NENHUM de soja, e os temperos assassinos só estragam o sabor (sinto como se tivesse comido um palito de fósforo aceso)...e a pimenta chilli no final??? NO FINAL???? Ela é o primeiro monstro que salta....o paladar se abre com um discreto gostinho defumado...e o Chilli aparece, gritando, com uma faca na mão, como um psicopata das sombras em filmes B de terror.

Fica a impressão de que o creme tinha um potencial que não foi bem aproveitado...erraram a mão - e erraram feio. Felizmente Jesus me curou da gastrite que era ativada pelo alho (valeu, Jesus!), ou eu teria morrido hoje ao ingerir o Tofu Cream Defumado odiador de mucosas bucais. Mas enquanto ele não me cura da alergia a lactoalbumina, acho que vou ficar com o patê de grão-de-bico (Homus...não humus, please, que sou vegetariana e não como minhoquinhas) ou o tahine, mesmo. Pena que não vende Homus no Walmart. Comi um em um quiosque na Lagoa Rodrigo de Freitas com minha amiga Fernanda França em 2004 (bem que ela  poderia lembrar em qual quiosque foi)...puxa, que coisa mais perfeita! Leve, sabor na medida certa...que saudade daquele patezinho amigo.

Sei que a Ecobras é tofumaníaca e só faz coisas de tofu orgânico, mas se um dia resolverem fazer um potinho de Homus, please, deixem o Chilli e a plantação de alho em paz.


PS: Gosto é realmente algo individual...para quem quiser ler a resenha positiva, feita por uma vegan-person (roubei a foto do post dela, pois eu não tenho máquina fotográfica aqui em SP...não tenho nem lugar para morar aqui em SP, quanto mais câmera fotográfica!): Clique aqui para ler, mas só depois de ver a minha.

PS2: O Tofu Cream Original NÃO É  VEGAN, ok? Vi um troço não-vegan nele.. "aroma natural de manteiga"...se for natural, mesmo, desveganiza o produto, né não? Já o defumado, não tem nada de origem animal na lista de ingredientes.
---

UPDATE: Leiam A Polêmica do Tofu Cream Defumado

.

.

sábado, 15 de janeiro de 2011

Peeling de Diamante na Galeria da Beleza

Mais uma compra no Peixe Urbano que testei no final do ano. Marquei e desmarquei umas quinhentas vezes e mesmo assim não arrancaram meu pescoço. Pelo contrário, fui muito bem atendida tanto ao telefone (embora por telefone o atendimento não tenha sido muito entusiasmado) quanto pessoalmente. A Galeria da Beleza fica em uma galeria, no segundo piso, e tive um pouco de dificuldade de encontrar a loja, pois não havia sinalização no térreo mostrando que ela ficava no piso superior.
A Galeria da Beleza tem um site: http://clinicagaleriadabeleza.com.br/ Quem me atendeu foi a Luiza, moça simpática e educada. O tratamento foi maravilhoso, super relaxante (yes, eu entendo que uma lixa girando no meu rosto, arrancando a minha epiderme é um troço relaxante), fiquei aliviada ao imaginar que finalmente as células mortas que bravamente resistiram às minhas exfoliações (sim, eu escrevo esfoliação com "x", me deixe) seriam expulsas da camada mais externa da minha pele. A massagem contra olheiras, ok, mas não vi massagem com o rolinho gelado, cheguei a achar que eu havia confundido as promoções, mas quando cheguei em casa e fui conferir, realmente prometia a massagem com o tal rolinho. 

Pensei em voltar lá para fazer limpeza de pele, mas ainda não estou certa disso, pois mesmo eu tomando os cuidados necessários, tipo, eu tenho consciência de que depois de arrancar metade da sua pele fora (exagero, tá? Ficou um pouco vermelhinho só, algumas horas mais tarde, meu rosto já estava normal) você tem de hidratar bem e cuidar para que a oleosidade não volte com força total. No entanto, mesmo tomando os cuidados necessários, a pele se vingou do meu peeling, trazendo espinhas everywere. Eu já passei dos trinta (faço 31 no dia 23 deste mês), então espinha é algo que não me pertence mais, compreende? Mucho loco o troço. Lutei arduamente contra as espinhas (dê-lhe peróxido de benzoíla, meu herói) e finalmente venci. 

Recomendo a Galeria da Beleza, mas acho que minha pele e meu cabelo precisam ser domesticados antes que eu me aventure novamente em algum procedimento estético.

Grafite Espaço de Beleza

Depois de um século, consegui voltar ao blog e escrever a bendita resenha que havia prometido. Serão mais alguns posts com produtos e serviços de beleza. Rapazes, tenham paciência.

Conforme eu havia comentado no penúltimo post, adquiri no Peixe Urbano um cupom para o Grafite Espaço de Beleza, com escova, corte e selagem térmica. Escrevi uma resenha felizinha no orkut a respeito, mas agora, alguns meses depois, consigo dar uma opinião mais prática e menos emocional. Primeiro, o comentário que escrevi no orkut em outubro:

"Fui ao Grafite, como o pessoal acompanhou aqui, eu demorei um pouco para marcar, mas não havia passado muitos dias depois do anúncio. Acho que o segredo é não demorar demais para agendar. Não gostei do que a colega aí de cima disse, que se pagar o valor full tem vaga para semana que vem, isso realmente não é nada legal. Mas me disseram lá que o movimento tem sido tão intenso que eles têm dado preferência a quem ainda não é cliente, e tentando equilibrar até o final do prazo do cupom.

Eu ainda tenho que conseguir sentar e escrever minha resenha, mas já adianto que fui muito bem atendida, a profissional que me atendeu chama-se Raquel. Os produtos são de qualidade, o serviço é muito bom. O salão é simples, mas bem bonitinho, fui muito bem tratada e a tal selagem térmica realmente é uma hidratação (fiquei com um pouco de receio, pois li em alguns lugares que se tratava de um alisamento ou de um relaxamento, mas eu estava buscando apenas hidratação), é utilizado um produto da Inoar, o mesmo utilizado em escova marroquina (de três passos). Pedi para ver o rótulo e realmente é uma hidratação com queratina, termoativada pelo calor do secador.

Ela pediu para eu só lavar o cabelo dali a 2 dias. Respeitei o prazo e quando lavei, realmente o cabelo continuou macio. Não fez milagres (meu cabelo está mega detonado e precisando de um milagrezinho), mas ajudou um bocado. Pedi indicação de xampu e comprei lá mesmo um xampu e um creme para pentear, paguei com visa (aceitam cartão de crédito e débito). Eu estava procurando uma nova cabeleireira e a profissional foi aprovada. Pode ir tranquila, o salão parece confiável. Mas eu pediria à equipe do Peixe Urbano que apurasse essa história de tratamento desigual na hora de agendar os horários. Eles entenderam que se o limite do cupom é até o início do ano que vem, obrigatoriamente os cupons devem ser marcados até o início do ano que vem, ou seja, tem de ter gente agendada para o início do ano que vem, inclusive. E acho que não é bem essa a idéia, distribuir em looongos meses."


O atendimento foi realmente bom, fui muito bem tratada por todos o salão não estava cheio e a experiência foi agradável. No entanto, a tal selagem térmica não selou coisa nenhuma, não fez grande diferença no meu cabelo, e eu acabei tendo que abandonar as luzes para tratá-lo sem agressões frequentes da descoloração. O xampu e o creme para pentear SVS Cherimoya (queem?? Pois é...) não foram aprovados. Não que sejam ruins, mas são tão mais ou menos que empatam com qualquer baratex do supermercado. Milhões de vezes usar Garnier Fructis, colega, e beeem mais barateenho. Me senti um pouco enganada nesse aspecto, mas existe a séria possibilidade de as pessoas naquele salão realmente acharem que aquela marca é um must e que o xampu vale trinta pila. Meu cabelo é xaropinho e eu sempre dou o benefício da dúvida nessas questões capilares. O que funciona bem para os outros 99% das vezes não funciona legal para o meu cabelo.

Vi opiniões melhores que a minha. Se seu cabelo está apenas ressecado, mas não está detonado, quebradiço, se partindo e esfarelando, provavelmente se dará bem com a selagem térmica e até com os produtos Cherimoya. Se estiver detonadão...bem, espere eu testar outras coisas até acertar em alguma delas (se bem que meu cabelo não estava tão detonado assim em outubro). 


.